Que os melhores empregos são para os melhores profissionais, todo mundo já está cansado de saber. Mas como conseguir um bom emprego sem ao menos ter uma experiência profissional?

A boa notícia é que, apesar de ser bem difícil encontrar um bom trabalho sem experiência prévia na área, essa não é uma tarefa impossível. A má notícia é que esse é um exercício de dedicação e paciência, já que muitas empresas vão bater a cara na porta de quem não tem um currículo recheado de boas experiências. De qualquer forma, não desanimar é preciso.

O primeiro modo de conseguir um bom emprego sem ter experiência profissional é fazendo trabalhos de voluntariado. Apesar de não pagar, o trabalho voluntário dá uma ótima bagagem para aquele que busca alguma experiência em sua área de atuação. Como a maioria dos trabalhos voluntários são feitos para a comunidade, é bem provável que a pessoa que o pratica saia dessa vivência com uma ótima visão sociocultural. E as empresas costumam valorizar bastante quem não se candidata a uma vaga apenas pelo dinheiro.

Outra forma de conseguir um emprego bacana sem ter experiência no mercado de trabalho é apostando as fichas na carreira acadêmica. Isso não quer dizer que você terá que trabalhar dentro da academia, mas sim que você precisará estudar mais, se especializar, adquirir habilidades específicas e tudo o que for interessante para que uma empresa possa te enxergar como alguém de muito valor agregado. Aí, o conhecimento e a atitude valerão mais do que as habilidades, propriamente ditas.

Ter os contatos em dia é outra forma de conseguir um bom trabalho. Por mais que a sociedade tenha se tornado mais meritocrática através dos tempos, premiando no mercado de trabalho as pessoas com melhores competências, o “quem indica” ainda vale muito para quem é bom de serviço. Na faculdade, por exemplo, a hora é de fazer contato com os professores. São eles quem vão ajudá-lo a seguir os melhores caminhos dentro da sua área.

Por fim, faça um currículo apresentável. Quem não tem experiências profissionais deve recheá-lo de boas referências, trabalhos extraclasse, méritos adquiridos nos estudos, diferenciais humanos. Um bom candidato é aquele que tem o pacote completo, mas suas habilidades como ser humano sempre serão as mais valiosas e importantes na hora de vender seu peixe. Afinal, todo mundo aprende dia ou outro o que é preciso para cada cargo.