F eliz! Agora consegui meu novo emprego! Calma, mas será que essa vaga vai ser minha mesmo?

Quando você assume um novo cargo, saiba que durante os primeiros 3 meses a análise sobre seu comportamento é constante e depois, nos próximos outros 2 meses, em que há uma aproximação maior dos colegas de trabalho, qualquer erro pode macular para sempre sua imagem, prejudicando, inclusive, a sua manutenção na empresa.

Isso porque nesse período as instituições e empresas observam, avaliam e verificam se você que foi recém-contratado tem realmente o perfil que o cargo exige.

“Durante esse período inicial, todos estão prestando atenção no novo funcionário. Os chefes avaliam, é claro, mas toda a equipe participa da avaliação, ainda que de maneira informal “, ensina Andrea Bavier, da consultoria de recursos humanos da Luandre.

Veja os cinco principais erros ou falhas que mais ocorrem pelos recém-chegados nas empresas:

Toda empresa quer um funcionário que defenda os ideais dela empresa. Um dos maiores erros dos novos funcionários é não mostrar que estão ali para cumprir, com vitalidade, as funções que lhe foram passadas. Todo novo funcionário tem que querer aprender rápido, executar com eficiência e quere o melhor para a empresa, buscando informações sobre o seu cargo, normas da empresa e possibilidade de modernização em eficiência. Dica: Sempre faça perguntas, preste atenção e escolha uma pessoa para ser seu orientador.
Lembre-se: todos dependem de cada um e cada um depende de todos. Seu grupo é muito importante, sem ele você não permanecerá na empresa. Observe o que há em seu favor e o relacionamento entre as pessoas. Importe-se com todos e cumpra as regras de conduta da empresa, sempre. Seja cordial e simpático com todos, ainda que alguém não seja assim com você.
A falta, em princípio, sempre é injustificada, até que você a justifique. Então, não falte. Também não chegue atrasado de manhã ou depois do almoço, muito menos peça para sair durante o trabalho para fazer tarefas pessoais. Se for necessário sair durante o dia, isso deveria ter sido tratado no dia da contratação. Por fim, nunca use a internet para assuntos pessoais.
Realize suas tarefas com perfeição e humildade, colaborando com quem necessitar de ajuda, mas não deixe que as pessoas interpretem isso como arrogância ou “querer saber demais”. Uma dose de simpatia ajuda. Nunca se isole, assim as pessoas não vão achar que você é petulante ou arrogante. Sempre leve em consideração nas suas atividades as considerações dos colegas de trabalho, mesmo que você não as aceite de uma forma geral. Isso vai lhe fazer simpático e uma pessoa agradável.
Essas pessoas efetivamente não são necessárias nas empresas e instituições. Nunca critique métodos, procedimentos ou qualquer coisa na empresa sem que haja uma boa justificativa e soluções eficientes. Falar mal do seu trabalho ou de outros trabalhadores da empresa faz com que você diminua a qualidade do trabalho e logo seja mandado embora. Nunca se envolva com brigas antigos ou fofocas, tampouco seja curioso a elas. Deixe passar, se possível, distancie-se quando as pessoas estiverem falando sobre esse assunto.

Conclusão

Cezar Tegon, novo diretor de projetos inovadores da ABRH-Nacional (Associação Brasileira de Recursos Humanos) há 2 razões que fazem com que os empregados cometam os erros nos 3 primeiros meses de trabalho:

 “A primeira razão é a ausência de treinamento para a realização das atividades diárias da empresa e de envolvimento coletivo. A segunda razão é com a escolha errada das pessoas, feita com muita pressa e sem uma boa investigação do contratado.”

Contratações rápidas prejudicam a empresa e também causam uma má-impressão ao contratado, diminuindo inclusive sua auto-estima, no momento em que é mandado embora.

Assim, mesmo que no dia de hoje as empresas não tenham tempo para selecionar, é muito importante passarem a destinar tempo e especialização para uma boa contratação, pois é muito caro mandar um funcionário embora, inclusive porque a equipe toda passa depois por um período grande de insegurança que traduz em prejuízos claros à empresa.

Veja o infografico ilustrativo com essa matéria.